quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Aulas novas de Educação Física

Os professores desta disciplina quase sempre são esquecidos e sua matéria geralmente é tratada apenas como uma "folga" para os alunos. E que fique bem claro, não sou eu que acho ou estou dizendo isso! É o que vemos e ouvimos em muitas escolas.

Quem já não passou por esta situação: o professor de Ciências, por exemplo, faltou e a turma toda - qualquer que seja a série ou ano - ficou sem aula. Qual é a primeira sugestão dos alunos? "Liberem a gente para o pátio!" E a direção, sem muitas opções, tem a "brilhante" ideia: "Coloquem esses alunos sem aula com os que estão na educação física" ou "Chame o professor de educação física para levá-los ao pátio e dar uma atividade".

Onde está a valorização deste profissional? Ele estudou tanto quanto um professor de matemática, física, português, geografia... Acompanhei de perto uma amiga que se formou em Educação Física. Ela estudava muito e tinha várias disciplinas muito importantes. Sua monografia foi sobre o desgaste de um jogador de futebol durante a partida, e isso envolveu desde o suor, desgaste físico até a cor e ph da urina (como revisei a monografia dela, aprendi muito sobre isso, devo ressaltar!).

O que quero colocar aqui é a importância deste profissional, mas também uma sugestão de atividade diferente a ser trabalhada nesta disciplina: aula de malabares!

Estava vendo o jornal na TV esta semana e numa cidade de meu estado mostrou uma aula de malabares, que se não me engano acontece 1 vez por mês ao ar livre (desculpem, não consegui achar a matéria no site!). Todos os tipos... com bolinhas, fitas, tudo muito legal e diferente. E na hora não pude deixar de pensar em como mexe com todo o corpo, trabalha músculos, a coordenação mortora, concentração.

Por que as aulas de educação física não podem ir além dos jogos de futebol, vôlei, xadrez? Por que nas gincanas não podem ser adicionadas as competições envolvendo malabares? Quem tem mais desenvoltura, consegue fazer uma apresentação mais bonita, agradável para os colegas? São milhares de coisas legais a se pensar certo?

Convoco vocês, professores de educação física, a tentarem estas aulas novas, divertidas e mais atraentes ok?! Mãos à obra!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

A tentação é descobrir!

Primeiro: parabéns para a Unidos da Tijuca! Gente, me apaixonei pelo desfile dela! E olha só o refrão, não tem tudo a ver com o plano de aula sobre carnaval que falamos?

Quantos foram os temas abordados neste desfile... O carro abre-alas era a Biblioteca de Alexandria, a comissão de frente fazia mágica na avenida - e o que será que poderia explicar tamanha agilidade em trocar de roupas? Qual disciplina?

E o Rei Salomão na avenida, passou despercebido? De jeito nenhum! Assim como os gangsters, os super-heróis... E o Triângulo das Bermudas! Deixo com vocês uma explicação melhor ainda sobre este tema, que pode ajudar, e muito, nas suas aulas. Acessem a explicação da escolha do enredo aqui: http://unidosdatijuca.com.br/a-tijuca/carnavais/de-2010/sinopse/

Boa aula!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Plano de aula de Carnaval - interdisciplinaridade e o carnaval

Como falei para vocês, o Carnaval tem muitas informações a serem exploradas interdisciplinarmente. Vou postar em duas partes, hoje e amanhã, exemplos de aulas que podem ser trabalhadas nesta quinta e sexta antes do carnaval (eu sei que ficou um pouquinho em cima, mas realmente não consegui fazer a pesquisa antes, desculpem!).

O que pode ser feito também é pedir aos alunos para assistirem aos desfiles, por exemplo, pela TV ou alguns, que puderem, no sambódromo mesmo, e que eles anotem o que mais chamou a atenção. Na volta às aulas depois do feriado, recolha as impressões para fazer o trabalho com o que eles viram. Será que perceberam toda a cultura que está imbutida na festa? (HISTÓRIA, PORTUGUÊS)E a história das escolas, que são comunidades onde vivem pessoas, eles sabem da história delas? (HISTÓRIA, GEOGRAFIA, CIÊNCIAS)Como vive o pessoal depois do carnaval? (HISTÓRIA/GEOGRAFIA)Como é preparada toda a festa? (MATEMÁTICA, PORTUGUÊS, QUÍMICA, FÍSICA)Quem organiza e como? (PORTUGUÊS)Quantas pessoas estão envolvidas? (MATEMÁTICA, GEOGRAFIA)

Perceberam quantas disciplinas estão aí? Isso só do carnaval do Rio e São Paulo. E as festas tradicionais do nordeste? Pernambuco, Fortaleza... Será que eles sabem qual o bloco de rua mais antigo do nordeste? e o maior, qual é? Qual a diferença do carnaval de lá e do sudeste? Por que em Salvador o carnaval tem como ritmo o axé, no sudeste samba e no nordeste marchinhas? Por que o Brasil tornou-se tão conhecido pelo Carnaval? Quando isso começou e com quem? Ufa! e tem coisa ainda hein gente?! Vamos pesquisar e fazer um trabalho bem legal com nossos alunos? Fiz uma parte da pesquisa e quem puder contribuir respondendo a algumas destas perguntas, por favor envie que eu publicarei aqui com o nome e de que cidade é ok? Aliás, vamos combinar que vocês mandarão fotos, relatos, atividades que utilizaram com esta temática para mostrarmos aos nossos colegas professores? Compartilhe conhecimento!

Acredito que todas as escolas de samba tenham site, mas peguei a história de algumas delas para dar início ao plano de aula de cada um. Essas histórias valem para todas as disciplinas, basta cada professor, de cada disciplina, fazer um trabalho em conjunto e alinhavar todo o conteúdo!

MANGUEIRA - A FUNDAÇÃO DA COMUNIDADE DA MANGUEIRA

Após a Proclamação da República, com a saída da família imperial do Brasil, a Quinta da Boa Vista, jardim do imperador, tornou-se um matagal abandonado, sendo aos poucos invadida pela população errante, que lá ia construindo suas casas. Por abrigar, na mesma área, o quartel do 9º Regimento de Cavalaria, ali moravam também diversas famílias de soldados.

Em 1908, o prefeito do Rio, Serzedelo Correia, resolveu demolir os barracos e expulsar os invasores. Os soldados expulsos, juntamente com os demais moradores, solicitaram ao comandante do Regimento autorização para levar o material das demolições e, com ele, levantar novas moradas num outro local. Atendido o pedido, o local escolhido pelos retirantes foi o lado quase vazio do morro da Mangueira, espólio do português Francisco de Paula Negreiros Saião Lobato, o Visconde de Niterói, que recebera as terras de presente do imperador. O primeiro morador do morro foi o cabo ferrador Cândido Tomás da Silva, o Mestre Candinho.

Em 1916, chegaram outras famílias de ex-escravos, transferidas do Morro de Santo Antônio, que havia sofrido um incêndio. Quando chegaram, já encontraram barracos para alugar, construídos por outro português, Tomás Martins, arrendatário das terras do visconde. Quem ia mensalmente aos barracos cobrar aluguéis era o afilhado de Tomás, um rapazinho de 14 anos, que nascera ali mesmo, no dia 3 agosto de 1902. Esse adolescente, que já exercia tal tarefa desde os 8 anos de idade, era Carlos Moreira de Castro, que ficaria conhecido como Carlos Cachaça.

Acesse: www.mangueira.com.br

VIRADOURO (não tinha como representar em branco : /)- DE ONDE VEIO?

Num bar, próximo ao bairro de Santa Rosa, onde o bonde fazia a volta, jogadores e admiradores do time de futebol Unido, se reuniam após o trabalho para conversar e, o assunto era sempre o mesmo: formar uma escola de samba.

Acesse: www.unidosdoviradouro.com.br

PORTELA (não tinha como representar em branco : /) - QUARTA-FEIRA DE CINZAS

A quarta-feira tem uma especial importância para a PORTELA, já que a data de sua fundação, dia 11 de abril de 1923, caiu em uma quarta-feira.

Nas quartas-feiras de cinzas, "João Calça Curta", ex-presidente da PORTELA, realizava, em sua casa, uma concorrida peixada na qual compareciam importantes figuras do carnaval carioca e, claro inúmeros integrantes da PORTELA, principalmente aqueles pertencentes a Velha Guarda.

Acesse: www.gresportela.com.br

Eu estou esperando a participação de vocês sobre o tema! Vamos dividir atividades e planos de aula para ajudar uns aos outros?