terça-feira, 3 de novembro de 2009

Violência sem fim, até quando?

Bom dia pessoal! Infelizmente, o post de hoje é um pouco pesado, mas muito necessário. A violência tem assustado, acredito que não só a mim, mas a maior parte da população.

De repente, me ocorreu que as pessoas começaram a pensar que a vida é como nas novelas, filmes e jogos de videogame - pode-se matar que depois a pessoa tem a chance de voltar e recomeçar da onde parou...

Onde foi parar o valor da vida? O que será que nossos alunos pensam a respeito dela e da morte? Como encaram esta realidade? Todos os dias várias famílias tem suas pessoas queridas retiradas de maneira brutal - muitas vezes - de seu convívio diário. Como isso reflete nas crianças? E na sua rotina escolar?

Professores, meus colegas, me ajudem com estas respostas. Eu mesma tenho sentido um aperto no peito todos os dias por causa deste assunto... Já repararam nas notícias dos jornais? De 10 notas, 8 são coisas ruins que aconteceram, desde mortes naturais até assassinatos e desastres naturais. Isso é tão pesado, tão ruim para nós que somos adultos, imaginem para as crianças...

E onde vamos parar? Aliás, acredito que a pergunta principal seja o que podemos fazer para isso parar? Infelizmente, é um assunto que precisamos começar a abordar em nossas salas de aula, com apoio de psicólogos e pessoas especializadas - claro!

Desculpem começar a semana assim, mas é até um desabafo, uma preocupação. Um assunto importante a se pensar.

Boa semana e aguardo suas respostas e cometários.

Um comentário:

  1. É realmente as coisas caminham de fotma errada entre os homens, cada vez mais o convívio social está sendo banalizado e menos se valoriza o respeito humano.
    Infelizmente isso acontece em qualquer lugar,e tive logo de ínicio dasemana um fato suoer estranho e lamntável em minha escola.
    Houve um desentendimento entre uma colega de trabalho e eu, onde pude perceber sua agressividade verbal para comigo pelo simples fato de eu ter discordado de seguir de seu projeto.enfim, houve ai uma forma de violência e desrespeito pelo ser humano.

    ResponderExcluir