sexta-feira, 11 de julho de 2008

Motivação em sala de aula

"Professor, gestor, você se conhece suficientemente? Não, não é uma pergunta descabida. Muitos profissionais que estão neste momento nas salas de aula de todo o País não estão trabalhando com alegria, seja porque acordaram de mau-humor ou porque há anos tentam ser reconhecidos – sem sucesso – em sua escola.

Este é um momento de reflexão e, para isso, precisamos nos questionar sobre vários fatores ou tomadas de decisões vivenciadas. Vamos viajar ao passado e descobrir da onde vem – ou por que não vem – tanta motivação para trabalhar?

Para começar, pense de que maneira você escolheu sua profissão: será que foi a oportunidade de estabilidade financeira, e até prestígio, oferecida pela área que você viria a atuar? Talvez tenha seguido os passos de alguns familiares, ou “sugestões” dos mesmos, sem ao menos conhecer os detalhes do que realizaria por muito tempo (pois aqui estamos falando de profissão/carreira e não emprego)? Quando você iniciou suas atividades, sabia se tinha habilidades para desempenhar a função de maneira competente e ao mesmo tempo agradável?

Pense por alguns minutos. Preste atenção em você. Se você não está feliz com seu trabalho, existe uma razão para isto. E a resposta está com você e em você. Conheça-se. Descubra-se. Nunca é tarde para mudar atitudes e estar satisfeito com suas atividades. Às vezes, o que está faltando é apenas uma peça. Outras, é preciso recomeçar."

Trechinho de um livro que virou o DVD Motivação

Nenhum comentário:

Postar um comentário